Notícias

job-crafting

O futuro dos Recursos Humanos no sector do turismo

Dezembro 11, 2019

A evolução do mercado nos próximos 5 a 10 anos, estará dependente da conjuntura, económica, política e social a nível nacional e internacional.

Nos próximos anos, perspetiva-se um abrandamento do crescimento do turismo, como consequência da consolidação do alto desempenho nos últimos anos. De qualquer forma, a saída do Reino Unido da União Europeia, e fenómenos semelhantes ao surto de Coronavírus, poderão influenciar a evolução da economia de modo geral, e do sector do turismo em particular.

Efetivamente, de acordo com os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), o número de turistas em Portugal continua a crescer, mas de uma forma moderada, o que poderá representar o fim de um ciclo.

Este facto, não deverá ser encarado com pessimismo, mas sim como um desafio, onde é necessário que as empresas do sector de recursos humanos, estejam preparadas para novas mudanças, e para um novo ciclo que se avizinha.

Nos próximos anos a inovação ao nível da gestão organizacional e dos sistemas de informação serão fundamentais para o sector de recursos humanos.

Nesse sentido, a Success Work considera que as empresas do sector de recursos humanos deverão estar atentas aos seguintes desafios:

a) automação de processos de gestão de recursos humanos: simplificação de diversos processos e tarefas administrativas que são considerados processos extremamente burocráticos, e que poderão aumentar os níveis de eficiência e produtividade.

b) Aplicação da Inteligência Artificial (IA) nos RH: A evolução da AI poderá ser aplicada amplamente no sector de recursos humanos, nomeadamente ao nível do recrutamento e seleção e da gestão organizacional, que permitirá uma melhor tomada de decisões.

c) Foco nas pessoas, comportamento humano e desenvolvimento de competências: Apesar da evolução prevista ao nível dos sistemas de informação, existem muitas atividades que a tecnologia não conseguirá competir com as pessoas. Nesse sentido, será necessário que o sector de recursos humanos mantenha o foco nas pessoas, no comportamento humano, na transparência, no bem-estar dos colaboradores e no desenvolvimento das suas competências.